Investigação B – O desaparecimento de Madeleine McCann

Em 2007 o caso do desaparecimento da pequena Madeleine McCann chocou o mundo. Dez anos se passaram, mas até hoje o crime está sem solução e a menina continua desaparecida. A Caverna do Byte vai contar mais sobre o caso da garota que sumiu sem deixar praticamente nenhuma pista.

No dia 3 de maio de 2007, a família McCann se hospedeu em um resort na  Praia da Luz, região de Algarve, em Portugal. Os pais, Gerry e Kate, deixaram Madeleine e os gêmeos,  Sean e Amelie (de 2 anos), dormindo no quarto enquanto iam jantar com amigos. O restaurante ficava a menos de 100 metros do apartamento onde as crianças dormiam.

Sean, Madeleine e Amelie

O pai afirma ter ido checar as crianças por voltas das nove horas da noite e que Madeleine dormia profundamente.Todavia, uma hora depois quando Kate foi olhar as crianças a menina já havia desaparecido. Nesse intervalo de tempo, um homem branco de 35 a 40 anos teria entrado no quarto e levado a menina, além disso uma amiga do casal afirmou ter visto um homem segurando uma criança no colo,  mas não imaginou que pudesse Madeleine.

Os pais de Madeleine McCann: Kate e Gerry

O casal de médicos alertou os amigos e a polícia, a partir daí começou todo o espetáculo mediático: a imprensa do mundo todo começou a acompanhar o caso, famosos como David Beckham e Cristiano Ronaldo foram a televisão pedir que menina retornasse com vida. Os pais da menina, hóspedes e funcionários do hotel foram ouvidos, além disso cães farejadores foram usados para tentar encontrar rastros da menina.

Por causa dos cachorros, a polícia conseguiu descobrir que a menina passou por outro apartamento antes de sumir. A mãe afirma que ao chegar no quarto a janela estava abertas, por isso surgiu a teoria de um assalto que deu errado.

Os pais também foram considerados culpados. A mãe, que era médica anestesista, teria sedado as crianças para poder ir jantar. Porém, a dose de Madeleine teria sido alta demais e a menina teria morrido. Uma “prova” disto seria o fato que mesmo com todo o alvoroço que ficou o quarto depois do casal chamar a polícia, os gêmeos continuavam dormindo. Por coincidência, ou não, esse foi o único dia que o casal dispensou o serviço gratuito de babá do resort. Desesperados, o casal teria levado o corpo até um matagal perto do hotel e voltado às 20:30 para jantar com os amigos.

As idas ao quarto para “checar” os filhos seriam desculpas para arrumar a cena do crime e às 22:00 o falso desaparecimento começaria. Dias depois, o casal teria tirado o corpo do matagal e despachado em  Algarve ou até mesmo no mar. Foram encontrados no carro alugado pelos médicos, fluídos corporais e sangue que era compatível com o da menina desaparecida. Todavia, em 2008 as autoridades portuguesas concluíram que não haviam pistas concretas contra o casal, arquivando o caso.

A hipótese seguida pelo Scotland Yard é a de sequestro. O inglês Robert Murat, que morava perto do resort, teria raptado a menina. Murat teria levado Madeleine de barco até para Tanger, Marrocos. O rapto estaria ligado a um a rede de pedofilia, além disso uma turista norueguesa (que ainda não sabia do caso) afirmava ter visto Madeleine em Marrocos.  

Retrato de como poderia estar Madeleine McCann aos nove anos de idade/

Até hoje o desaparecimento continua um grande mistério. A polícia portuguesa abandonou o caso, mas a Scotland Yard continua investigando. O caso Madeleine McCann ainda traz novos personagens, mas infelizmente está longe de ter uma conclusão.

vitoriamollerke@gmail.com'

Amante de Game of Thrones, Supernatural, Mr.Robot, de personagens complexos e de tudo que tenha uma boa história. Mais Geek do que Nerd. Livros e filmes são paixões, mas séries são o grande amor da vida. Entre os pecados capitais o favorito é a gula. Escolheu o jornalismo pela pouca quantidade de números.

Deixe uma resposta