ByteBites – Viva: A Vida é uma Festa

UP, Procurando Nemo e Os Incríveis são somente alguns dos exemplos de quão grandiosa é a união de Disney e Pixar. Agora podemos adicionar o filme Viva:  a vida é uma festa nesta lista. Personagens incríveis, uma história emocionante e uma animação maravilhosa fazem da história uma das melhores animações dos últimos tempos.

Miguel é um menino que sonha em ser músico, mas sua família reprova qualquer tipo de manifestação musical. Em um acidente, Miguel acaba sendo levado para uma jornada que vai fazê-lo entender mais sobre suas tradições e raízes. Todavia, Miguel não é o único que passa a compreender mais sobre a cultura mexicana e o Dia De Muertos: ao sair do cinema o telespectador compreende e se encanta por uma cultura que enxerga os mortos de maneira tão diferenciada.

Não é novidade a capacidade da Disney em criar personagens extremamente complexos em pouco espaço de tempo e Viva não é diferente. Você sente compaixão e empatia por cada um dos personagens, até mesmo por aqueles que já deixaram o mundo dos vivos. Pensando em Manuel e Hector, um menino vivo e uma velha caveira, que ao se encontrarem começam uma relação quase de simbiose: a evolução dos dois como pessoas (ou morto) é feita em conjunto. Sem um ou outro não teríamos personagens tão fortes.

Ao decorrer do filme é perceptível a preocupação dos criadores do longa em contar a história da cultura mexicana de um jeito honroso. A maneira como os personagens lidam com suas crenças é muito emocionante e no final o filme deixa uma mensagem bem clara: os mexicanos tem suas crenças muito enraizadas e elas são passadas de geração em geração. Além disso, saímos do cinema enxergando a morte de outra maneira: ela não precisa ser algo triste e sombrio, mas pode ser colorida, celebrada e uma maneira de nos aproximarmos daqueles que já partiram.

Outro ponto extremamente importante é animação do filme. Quando saiu o teaser de Os Incríveis 2 todo mundo ficou chocado com a perfeição da animação da roupa do Senhor Incrível, mas a construção de Mamá Coco está perfeita. Eu não ia ver o filme em 3D, mas por questões de horários acabei pegando a sessão 3D. Sorte minha. A primeira vez que vi a bisavô do Miguel fiquei abismada com sua perfeição: as rugas que cobriam a personagem eram tantas e tão realistas que fiquei pensando que a Disney deve ter pago alguém só para fazer a personagem. É muito difícil descrever a sensação de ver a personagem. É algo que você precisa ver para entender e o 3D só aumenta a experiência.

Viva: a vida é uma festa é um filme que transporta o telespectador para dentro da história. Com cenários mega coloridos, festas, música e alegria, o filme encanta desde o primeiro minuto. O longa não vai encantar somente a criançada, mas qualquer tipo de indivíduo (até os cães vão amar o fiel companheiro de Miguel, o Dante).

Selo de qualidade Byte:

vitoriamollerke@gmail.com'

Amante de Game of Thrones, Supernatural, Mr.Robot, de personagens complexos e de tudo que tenha uma boa história. Mais Geek do que Nerd. Livros e filmes são paixões, mas séries são o grande amor da vida. Entre os pecados capitais o favorito é a gula. Escolheu o jornalismo pela pouca quantidade de números.

Deixe uma resposta