ByteBites – Aquaman

Quando pensamos em super-heróis, a imagem que vem a mente tende a ser a do Batman, Superman ou Mulher-Maravilha. A figura do Aquaman sempre foi subjugada e vista com um certo deboche por causa da sua construção em desenho animado, a qual era apresentada em Super Amigos do canal Cartoon Network. Todavia, temos um Rei dos Mares completamente diferente no filme dirigido por James Wan e estrelado por Jason Momoa.

Aquaman em os Super Amigos

O filme começa com uma breve história da origem desse super-herói para dar um salto temporal para os dias atuais. Depois dos acontecimentos ocorridos no filme da Liga da Justiça, Arthur Curry continua usando seus poderes para ajudar as pessoas. No decorrer da trama, a Princesa Mera (Amber Heard)  aparece, revelando que o irmão de Aquaman, o príncipe Orm (Patrick Wilson), assumiu o comando de Atlântida e deseja começar uma guerra com o povo da superfície. O herói precisa lutar pelo trono e inicia-se então a jornada de autoconhecimento do personagem.

O ponto alto do filme é, com toda certeza, os detalhes da construção cinematográfica da cidade de Atlântida. A direção de arte criou todo o universo subaquático repleto de cores e luzes que hipnotizam e prendem o telespectador. Os seres que habitam as profundezas do oceano são tão reais que você sai do cinema com medo de entrar no mar. Além disso, o diretor James Wan conseguiu nos levar para baixo d’água com efeitos especiais que fazem os personagens parecerem realmente submersos.

A escalação de Jason Momoa para vestir o manto de Aquaman mostra uma total desconstrução da figura original do super-herói. Com isso, o personagem deixou de ser alvo de zombarias para ter o reconhecimento e respeito, características que já são atribuídas a outros heróis como Batman e Mulher-Maravilha. Após esse filme, é possível afirmar com total veemência que o Aquaman de Momoa é muito mais interessante e complexo do que o Batman de Ben Affleck; além desse ator, em termos técnicos de atuação, apresentar melhor desempenho do que  Affleck.

Entretanto, o filme está longe de ser perfeito. A trama é tão simplória que beira a vários clichês, evidenciados pela morte de um ente querido, obrigando um dos antagonistas, o  Arraia Negra, a se vingar do herói; e, também, pela velha história do verdadeiro rei, que primeiramente não acredita que possa governar um reino, mas, devido às circunstâncias, acaba lutando para conquistar o trono que é seu por direito. O filme tem um ar muito mais cômico que as outras produções da DC, todavia, em certos momentos, as piadas tornam-se desnecessárias devido  à tensão da situação.

Aquaman é um dos melhores filmes da DC dos últimos tempos, perdendo apenas para Mulher-Maravilha e Jovens Titãs em Ação (este não poderia faltar). É um filme que encanta visualmente e diverte o público, provando que a DC ainda merece mais uma chance.

Selo Byte de qualidade:

vitoriamollerke@gmail.com'

Amante de Game of Thrones, Supernatural, Mr.Robot, de personagens complexos e de tudo que tenha uma boa história. Mais Geek do que Nerd. Livros e filmes são paixões, mas séries são o grande amor da vida. Entre os pecados capitais o favorito é a gula. Escolheu o jornalismo pela pouca quantidade de números.

Deixe uma resposta